Caminho do Jequitinhonha




Relatos históricos apontam o rio Jequitinhonha como uma das mais antigas rotas trilhadas pelos colonizadores em direção ao interior. Em meados do século XVI, uma primeira expedição aos sertões, liderada por Francisco Bruza de Espinhosa, saiu da então Vila de Porto Seguro e, margeando o litoral, encontrou a foz do rio jequitinhonha, hoje Belmonte/BA. A partir daí, os aventureiros portugueses subiram o rio, chegando às suas nascentes, no município mineiro do Serro. Porém, a ocupação da região só ocorreu no século XVIII, com a descoberta de ouro e diamante no Serro, em Diamantina e em Minas Novas.

Veja as principais localidades que compõem o caminho:

BAHIA
Porto Seguro, Belmonte, Itapebi.

MINAS GERAIS
Salto da Divisa, Jacinto, Almenara, Jequitinhonha, Itaobim, Itinga, Araçuaí, Coronel Murta, Grão Mogol, Virgem da Lapa, Berilo, Botumirim, Leme do Prado, Turmalina, Itacambira, Couto de Magalhães de Minas, Diamantina, Serro.