Caminho da Bahia




Este grande caminho foi um dos primeiros do centro-sul do território e ligava Salvador, capital do governo geral da colônia, ao Médio São Francisco. Daí o caminho seguia até a região mineradora das Minas Gerais, acompanhando o vale do São Francisco e o vale do rio das Velhas, seu maior afluente.

O Caminho da Bahia foi, até meados do século XVIII, um eixo fundamental na migração humana e no abastecimento das vilas do ouro e do diamante. Por ele chegavam à região mineradora a carne bovina, o sal, os escravos negros e os produtos importados da Europa, pelo porto de Salvador.

Veja as principais localidades que compõem o caminho:

BAHIA
Salvador, Maragogipe, Cachoeira, Muritiba, Governador Mangabeira, Castro Alves, Boa Vista/Dist. de Castro Alves, João Amaro/Dist. de Iaçu, Marcionilio Souza/Dist. de Queimadinhas, Lençóis, Mucugê, Jussiape, Rio de Contas, Paramirim, Malhada.

MINAS GERAIS
Matias Cardoso, Januária, São Francisco, São Romão, Ibiaí, Guaicuí/Dist. de Várzea da Palma, Lassance, Morro da Garça, Curvelo, Cordisburgo, Jequitibá, Matozinhos, Pedro Leopoldo Santa Luzia, Sabará, Ouro Preto.